Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > PPGAS, IPHAN e NEAI realizam Webinário sobre Sistemas Agrícolas do Rio Negro nesta sexta-feira
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

PPGAS, IPHAN e NEAI realizam Webinário sobre Sistemas Agrícolas do Rio Negro nesta sexta-feira

  • Publicado: Quinta, 08 de Outubro de 2020, 10h26

Boa tarde a todas e a todos,

 

É com alegria que convidamos para a Reunião "Diálogos", promovida pelo Programa de Pós-graduação em Antropologia Social da UFAM - PPGAS/UFAM em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no Amazonas - IPHAN/AM e NEAI.

O encontro será dia 09 de outubro, nesta sexta-feira, às 15h (horário de Manaus) pelo Google Meet: meet.google.com/gmn-yygf-mnf

 

Segue descrição do evento e cartaz de divulgação em anexo.

 

 

No ano de 2010, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN reconheceu o Sistema Agrícola Tradicional do Rio Negro como Patrimônio Cultural do Brasil. O registro está relacionado aos saberes tradicionais associados às formas de produzir alimentos, os hábitos alimentares, o manejo dos espaços, domínio de espécies de plantas e seus cultivos, além de toda a cultura material como utensílios e instrumentos de trabalho utilizados. O território de ocorrência, relacionada ao bem cultural patrimonializado, abrange os municípios Santa Isabel, Barcelos e São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, envolvendo aproximadamente 80.000 pessoas e 23 etnias indígenas.

Conhecido como patrimônio cultural Imaterial, o SAT-RN é constituído de referências da cultura, da memória e da identidade do povo brasileiro. Compreende os saberes tradicionais associados às formas de produzir alimentos, nos hábitos alimentares, no manejo dos espaços, domínio de espécies de plantas e seus cultivos, além de toda a cultura material como utensílios e instrumentos de trabalho utilizados, como referências da cultura da Região do Rio Negro, no Amazonas. O bem registrado está relacionado aos povos Tukano, Tesena, Kubeo, Pira-Tapuya, Aruak, Baniwa e Baré, dentre outros, que são detentores de uma diversidade de processos em várias escalas: ecológicas, biológicas, socioculturais e temporais, aplicadas a ecossistemas, plantas, conceitos e saberes. Nas três localidades estudadas, por exemplo, foram levantadas 300 espécies cultivadas, sendo 100 delas variedades de mandioca – elemento central do SAT. Estas atividades estão relacionadas, não somente a vida produtiva, mas também simbólica da região: a agricultura tem relação direta com as práticas do universo cosmológico dessas comunidades.

Na Reunião “Diálogos” Mauro Augusto Dourado Menezes, antropólogo do IPHAN/Amazonas, apresenta o cenário de construção de reconhecimento do Sistema Agrícola Tradicional do Rio Negro como Patrimônio Cultural do Brasilem que busca divulgar o cenário atual de ações e demandas do IPHAN, a fim de estabelecer um diálogo entre instituições, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social-PPGAS/UFAM e IPHAN, como forma de criar elementos de sinergias para o desenvolvimento de ações e investigações que permeiem o Sistema Agrícola Tradicional do Rio NegroA reunião será realizada online, no dia 09 de outubro de 2020, ás 15 horas, através da Plataforma Google Meet, pelo link de acesso: meet.google.com/gmn-yygf-mnf

 

Esperamos vocês lá! 

registrado em:
Fim do conteúdo da página